Minas On-line
Minas On-line
Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA

Análise de Solos

PDFImprimirE-mail

sugetao

Unidade responsável: Laboratório de Análise de Solos (LASO)

BR 040 km 527, anexo ao prédio da administração da CeasaMinas
CEP: 32.145-900 – Contagem – Minas Gerais
E-mail: laso@ima.mg.gov.br 
Telefone: (31) 3768 5609
Fax: (31) 3768 5617

como-chegar

Finalidade

Analisar a fertilidade natural permitindo melhor utilização do solo e aumento da produtividade.


Valor da taxa: Sob consulta


Coleta de amostra

1 - Escolha do talhão: Para coletar a amostra, o primeiro passo é escolher o local e dividir o terreno em talhões iguais, de acordo com a topografia, cor do solo, cobertura vegetal, textura da terra, drenagem e histórico de calagem e de adubação. É preciso coletar uma amostra para cada tipo de terra. Não coletar próximo de residências, formigueiros, estradas, galpões e depósitos de adubo e calcário. As glebas (talhões) uniformes não deverão ultrapassar 10 hectares.

a) Em áreas a serem plantadas com culturas perenes (café, citrus etc), fazer a amostragem de 0 a 20cm, 20 a 40cm e 40 a 60cm, se possível.


b) Em talhões com culturas perenes já formadas, a retirada das amostras simples em zigue-zague deve ser feita no cruzamento das entrelinhas (no meio da rua) e na projeção da copa (embaixo da copa). Estas duas amostras deverão ser analisadas separadamente.


c) Nos talhões com culturas anuais (milho, feijão etc), a retirada das amostras simples em zigue-zague deve ser feita anualmente fora da faixa de adubação (a 20 cm de profundidade) e a cada 2 ou 3 anos (de 20 a 40cm de profundidade).

solos-plantacao

Época de amostragem: Para as culturas de inverno a amostragem dos talhões deve ser feita no final do verão. 
Para a cultivo de primavera e verão as amostras devem ser recolhidas no outono.

 

2- Definidos os pontos de coleta, limpar o local escolhido, retirar capim, pedras e sujeira. Depois cavar um buraco de um palmo de profundidade.

solos-mao

3 - Cortar uma fatia de terra para baixo numa das paredes da cova com 2 a 3 dedos de espessura. Esta operação pode ser feita também com um trado.

4 – Repetir esta operação em 20 lugares diferentes na mesma área escolhida, sempre em zigue-zague

solos-enxada

5 – Colocar todas as amostras dentro de um balde limpo. Misturar bem a terra no balde retire 0,5 Kg. Deixar secar sobre um jornal à sombra e em seguida acondicionar em saco plástico limpo.

solos-balde

 6 – Amarrar bem a boca do saco. Preencher e identificar com a etiqueta informações complementares solos.  Amostras de diferentes profundidades devem ser separadas.

 

Recomendações

  • Anotar o número de cada amostra e o local de onde foi retirada para consultar quando se for feita a calagem e adubação.
  • Encaminhar as amostras o mais rápidamente possível ao laboratório, caso eteja molhada.
  • Para que o resultado de análise seja representativo e coerente, é fundamental que a coleta seja feita dentro da técnica recomendada.

 

No período de julho a outubro existe grande volume grande de amostras. Portanto, para maior rapidez na entrega dos resultados, recomendamos que as amostras sejam enviadas com  antecedência. Além disso, lembramos que a calagem feita muito próximo do plantio não surtirá o efeito desejado.

 

IMA|

Cidade Administrativa Tancredo Neves - Ed. Gerais - 10º andar - CEP: 31.630-901 - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3915-1000

Todos os direitos reservados - Aspectos Legais e Responsabilidades